Página inicial > Opinião >

Honestino Guimarães por Paulo Sergio Ramos Cassis

Era muito amigo de Paulo Cassis. falecido em 2003.

Cassis era íntegro e digno assim como Honestino, a pessoa sobre quem ele fala neste relato.

Conheci Honestino em 1964 no Centro Integrado de Ensino Médio da Univresidade de Brasília. Fui uma das pessoas que o incentivou a se associar à organização denominada Ação Popular (AP), nesta época ligada aos meios católicos. Afastei-me do movimento estudantil em 1967, após o processo de intensa radicalização política e ideológica então ocorrido.

Honestino e Cassis nunca duvidarem do acerto da vida que escolheram. Honestino foi assassinado nos porões da ditadura. Na década de 90, andando pela Câmara dos Deputados, por acaso encontrei Cassis e nos abraçamos emocionados.

Cassis deu-me este pequeno panfleto que escreveu em 1988 sobre Honestino. Guardei-o cuidadosamente. Divulgando-o homenageio Honestino Guimarães e Paulo Cassis.

.resized_500x946_Digitalizar0014.jpg

.resized_500x968_Digitalizar0017b.jpg

.resized_500x934_Digitalizar0017c.jpg

.resized_500x952_Digitalizar0018b.jpg

.resized_500x926_Digitalizar0018c.jpg.resized_500x946_Digitalizar0019b_2.jpg

.resized_500x938_Digitalizar0019c.jpg

.resized_500x1001_Digitalizar0001_1.jpg


Copyright © 2005-2017, George Zarur. Direitos autorais reservados.