Currículo

Currículo 2017-10-26T21:13:45+00:00

George de Cerqueira Leite Zarur é mestre em Antropologia pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de janeiro e Ph.D em Antropologia pela University of Florida.

Foi pesquisador-visitante junto ao Departamento de Antropologia da Harvard University, pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia(IBICT) e do Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Brasil (CNPq), Consultor Legislativo da Câmara dos Deputados para as áreas de Educação Superior e Ciência e Tecnologia, Coordenador de Ciências Humanas e Sociais do CNPq, Diretor da Fundação Nacional do Índio, além de Professor Internacional da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais e professor do Doutorado Conjunto Universidade de Brasília/Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais.

Sua experiência como pesquisador inclui estudos sobre índios brasileiros e relações interétnicas nos Estados Unidos. Foi o primeiro antropólogo latino-americano a realizar pesquisa de campo entre negros e brancos norte-americanos, tendo publicado, em 1984, um livro sobre identidade e etnicidade nos Estados Unidos. Estudou, também, a elite científica brasileira de um ponto de vista antropológico. Tem, nos últimos 20 anos, investigado a questão das identidades comparadas latino-americanas. Fundou e coordenou, no âmbito do Centro Latino Americano de Ciências Sociais (CLACSO) o Grupo de Trabalho sobre Identidade na América Latina. Iniciou, recentemente, a primeira etapa de um projeto de pesquisa sobre identidade e etnicidade em Cuba, em uma visão comparativa com o Brasil.

O professor Zarur é autor de várias dezenas de artigos em publicações especializadas e de dez livros, como autor único ou principal. Algumas de suas publicações alcançaram um impacto importante nos campos da antropologia e da sociologia, tornando-se referências amplamente citadas, caso de seu artigo de 1979 -“Ecological Need and Cultural Choice in Central Brazil” (Current Anthropology). Seu livro de 1994, “A Arena Científica” tornou-se obra de referência básica nos cursos de Sociologia da Ciência oferecidos nas pós-graduações brasileiras. Seu último livro, de 2003, “A Utopia Brasileira”, sobre a maneira de como se vêem os brasileiros, do povo e da elite, teve ampla repercussão, não só no meio acadêmico.

Currículo completo

(English version here)

CURRICULUM VITAE
GEORGE DE CERQUEIRA LEITE ZARUR

1.DADOS PESSOAIS
Data do Nascimento:10 de julho de 1946
Local do Nascimento: Rio de Janeiro,R.J.
Filiação: Jorge Zarur e Cecilia de Cerqueira Leite Zarur
Nacionalidade:Brasileira
Estado Civil: Casado
Nome do Cônjuge: Sandra Beatriz Barbosa de Cerqueira Zarur
Endereço: SQN 310, Bl. A, apt. 616, CEP 70756-010
Telefones: 061- 2740638 e 99834788
e-mail: gzarur@uol.com.br
Posições atuais: Consultor

2.TREINAMENTO ACADÊMICO

Bacharel em Ciências Econômicas
Instituição: Universidade de Brasília.

Ano:1969.
Mestre em Antropologia Social
Instituição: Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ano:1972
Doctor of Philosophy
Instituição: University of Florida

Ano:1975
Pós-Doutorado (estágio como pesquisador visitante)
Instituição: Harvard University

Anos:1991-1993

3.EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
– Em 1966, Estagiário do Museu Paulista, sob a orientação do professor Herbert Baldus. Neste ano cursou a Escola de Sociologia e Política de São Paulo.
– Em 1968 e 1969, Monitor de antropologia na Universidade de Brasília.
– De 1967 a 1968, Professor do ensino médio , aprovado em concurso , e com exame de suficiência junto a Fundação Educacional do Distrito Federal.
– De 1979 a 1972, Chefe da Divisão de Estudos e Pesquisas da Fundação Nacional do Índio.
– De 1972 a 1975, Estudante de Doutorado na University of Florida.
– Em 1975, Diretor do Departamento Geral de Planejamento Comunitário da FUNAI.
– Em 1975, Professor da Universidade de Brasília.
– Desde 1975, membro de diversas bancas de mestrado e doutorado em diferentes instituições.
– Em 1976, Coordenador da Comissão encarregada da formulação do Plano de Desenvolvimento Sócio-Ecônomico da Ilha de Bananal.
– De 1976 a 1979, Coordenador da Área de Ciências Humanas e Sociais do Centro Nacional de Referência Cultural(CNRC).
– Desde 1977, Membro do Conselho de Redação do Anuário Antropológico.
-Em 1979, Assessor do Presidente da Funai.
– Em 1980, Membro do GT MINTER/Pres.da Republica/Incra sobre terras indígenas.
– Em 1980, Autor do Projeto de Transformação do Museu Paraense Emilio Goeldi em Instituto Emilio Goeldi.
– Em 1980, Assessor do Vice-Presidente do CNPq. Com a responsabilidade da Coordenação dos Institutos de Pesquisa da Região Amazônica.
– De 1981 a 1985, Coordenador do Programa de Apoio a Museus e Coleções Cientificas.
– De 1982 a 1986, Coordenador de Ciências Humanas e Sociais do CNPq.
– Em 1983, Membro da comissão organizadora das atividades relativas ao centenário da expedição de Karl Von den Steinen ao Xingu.
– De 1984 a 1987, Coordenador da comissão encarregada da elaboração do projeto do Museu de Ciências de Brasília.
– De 1984 a 1986, Coordenador do convênio CNPq-Comissão Fulbright
– Em 1986, Representante do CNPq junto a comissão CNPq-ABA-FUNAI,encarregada de regulamentar a entrada de antropólogos em áreas indígenas.
– Em 1987, Coordenador do Seminário Latino-americano de Antropologia.
– Em 1987, Presidente da banca de concurso público para professor de antropologia da Universidade de Rondônia.
– Desde 1987, Presidente do Comitê de Antropologia do Instituto pan-americano de Geografia e Historia (OEA).
– Desde 1987, Coordenador do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina, atualmente integrando o Centro Latino-Americano de Ciências Sociais (CLACSO).
– Em 1988, Professor do Curso de Especialização “Difusão Científica,” oferecido pela Universidade de Brasília
– Em 1989, Professor do curso de pós-graduação “Indicadores em Ciência e Tecnologia”, oferecido pelo CNPq.
– Desde 1989, Membro do Conselho Científico da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO).
– Em 1990, Membro do grupo de Trabalho encarregado da avaliação dos produtos e serviços oferecidos pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).
– Em 1990, Coordenador do Plano de Governo da Frente Popular Brasília.
– Em 1992, Coordenador da reunião “Etnia e Nação”, do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina. Brasília.
– Em 1993, professor do programa de doutorado conjunto FLACSO- UNB.
– Em 1993, Coordenador do Programa Tecnologias Tradicionais/ Artesanato, no âmbito do convênio FLACSO- MBES, destinado a criar uma base de dados para o artesanato brasileiro e sua tecnologia, bem como formular uma política para este setor da economia brasileira.
– Desde 1994, Consultor Legislativo da Câmara dos Deputados, Área de Educação (Responsável por Universidades, Ciência e Tecnologia).
– Em 1995 – Coordenador da Reunião ‘‘Região e Nação na América Latina do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina. Brasília.
– De 1996 a 1999, Assessor da Comissão Especial da Câmara dos Deputados encarregada da Emenda Constitucional relativa à autonomia universitária.
– Em 1999 – Coordenador (juntamente com Parry Scott da Reunião Fragmentação e Identidade na América Latina.
– De 1999 a 2000 – Secretário Regional Adjunto da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência. Membro da Comissão Organizadora da 52ª Reunião Anual da SBPC.
– De 2004 a 2005 – Coodenador da Área de Educação, Cultura, Desporto e Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados.

4.BOLSAS DE ESTUDOS
– Em 1966,
iniciação científica, FAPESP.
– De 1970 a 1971, Bolsa de mestrado do CNPq.
– De 1972 a 1975, bolsa de doutorado no exterior, Fundação Ford.
– Em 1976, bolsa de viagem para participação em congresso internacional, da Fundação Ford
– Em 1979, auxílio-viagem do CNPq, para participar de congresso internacional
– Em 1979, bolsa de viagem da CAPES, para participar de congresso internacional
– Em 1988, bolsa de viagem do Instituto Pan-americano de Geografia e História (OEA), para participar de viagem internacional.
– Em 1987, auxílio para organização de reunião científica, CNPq.
– Em 1988, auxílio viagem para participar de congresso internacional, CNPq.
– Em 1989, bolsa de pesquisa, nível 1, do CNPq.
– Em 1990, bolsa de viagem internacional da Comissão Fulbright
– Em 1991-92, bolsa de pós-doutorado no exterior, CAPES-Fulbright
– Em 1992, bolsa de pós-doutorado no exterior, CNPq.
– Em 1992, auxílio da Organização dos Estados Americanos (OEA) para a organização de reunião científica.

5. ATIVIDADES DE PESQUISA
– Em 1965 e 1966, três meses no Parque Indígena do Xingu , sob a orientação do Professor Eduardo Galvão.
– Em 1971, Professor do curso de treinamento para professores índios Kaingang e Xokleng, Tenente Portela, RGS.
– Em 1972, encontrou por avião, após pesquisa entre moradores da cidade de Niquelândia, Goias, a aldeia dos índios Awa-Canoeiro, isolados.
– Em 1971 e 1972, quatro meses no Parque Indígena do Xingu , realizando a pesquisa para a tese de mestrado.
– Em 1973, três meses de trabalho sob a orientação dos professores Charles Wagley e Solon T.Kimball,entre negros norte- americanos da cidade de Gainesville, Florida.
– Em 1974, quatro meses de pesquisa bibliográfica e oito meses de campo, na cidade de Cedar Key, Florida, colhendo dados para a tese de doutoramento.
– Em 1975, reunião em Cuiabá com chefes de postos e líderes indígenas de todos os grupos indígenas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
– Em 1975, viagem para avaliação da situação dos índios Nambikwara.
– Em 1975, visita de identificação dos índios “Tupiniquim,” Aracruz, Espírito Santo.
– Em 1975, viagem a postos indígenas do Nordeste do Brasil. Índios Potiguara,Bahia da Traição, PB;Kariri de Mirandela,BA;Kariri-Xoko,Porto Real do Colégio, Alagoas; Pankararu , Brejo dos Padres, PE; Tacaratu, PE; Tuxa, Rodelas, BA; Fulniô, Águas Belas, PE.
– Em 1975, Viagem para avaliação da situação dos índios da Ilha de Bananal e áreas circunvizinhas: visitas aos grupos Karajá de Fontoura, Santa Isabel, Macaúba ,Luciara e da foz do rio Tapirapé; grupo Javaé de Canoanå e Tapirapé do rio Tapirapé.
– Em 1977, assessoria ao projeto de levantamento ecológico e cultural das lagoas Mundaú e Manguaba, Alagoas. Levantamento da situação dos pescadores.
– Em 1977, assessoria ao programa de levantamento ecológico e cultural do complexo portuário e industrial do SUAPE, Pernambuco.
– Em 1977, participação na elaboração do projeto do Centro de Documentação do Museu do Índio.
– Em 1977, coordenação do projeto de publicação do Mapa Etno-historico de Curt Nimuendaju.
– De 1977 a 1979, coordenação e realização do projeto de pesquisa “Artesanato Indígena do Centro-Oeste”.
– Em 1977, trabalho de campo entre os índios Krahó, norte de Goias.
– Em 1978, trabalho de campo no Alto Xingu.
– Em 1979, levantamento da situação dos índios brasileiros- prioridades para a política indigenista. Pesquisa bibliográfica e documental.
– Em 1986, levantamento bibliográfico da literatura de Sociologia da Ciência.
– Em 1987, Coordenador e realizador da pesquisa “A Comunidade Científica Brasileira”.
– Em 1988, Pesquisa junto a CAPES e CNPq sobre as áreas de Geofísica, Física e Zoologia.
– Em 1989, Pesquisa em Belém sobre os grupos de Geofísica Aplicada das Universidades do Pará e Bahia. Duas viagens para entrevistas a Belém.
– Em 1991, pesquisa na Universidade de Harvard sobre modelos matemáticos de “caos” (lógica não linear) e sua aplicação à sociedade e à cultura.
– Em 1991 e 1992, levantamento e atualização da bibliografia sobre Sociologia da Ciência (Harvard).
– Em 1992 – pesquisa Bibliográfica Sobre Nacionalismo, Cultura e Pensamento Social
(Harvard).
– Em 1993, projeto Indicadores Científicos na América Latina e seu contexto social- FLACSO- IBICT.
– Desde 1994, projeto Pensamento Social Brasileiro
– Em 2005, 4 meses de pesquisa junto à Flacso- Cuba sobre Etnicidade e Pensamento, incluindo período de Campo, com viagem pela maior parte do País.

6.REUNIÕES E CONGRESSOS
1966
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia ,Belém.

1967
– Congresso Brasileiro de Geografia e História,Brasília.

1971
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, São Paulo. Apresenta trabalho.

1972
– Delegado brasileiro ao Congresso Indigenista Interamericano da Organização dos Estados Americanos, Brasília.

1973
– Reunião da American Anthropological Association,New Orleans, Louisiana.

1974
– Congresso Internacional de Americanistas, Cidade do México.apresenta trabalho.

1975
– Simpósio sobre Populações Indígenas Brasileiras, reunião anual SBPC,Brasília .Apresenta trabalho.
– Primeiro Encontro Nacional do Meio Ambiente,Brasília.
– Reunião da American Anthropological Association, San Francisco, California. Apresenta trabalho.
– Coordenador do Primeiro Encontro de Antropólogos Indigenistas, Brasília.Apresenta trabalho.

1976
– Simpósio sobre Populações Indígenas Brasileiras, reunião anual SBPC,Brasília. Apresenta trabalho.
– Reunião Brasileira de Antropologia, Salvador. Coordenador do Simpósio de Antropologia Aplicada.Apresenta trabalho.

1977
– Primeiro Seminário Brasileiro de Educação Permanente, João Pessoa.debatedor.

1978
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, Recife. Coordenador do Simpósio sobre Tecnologia. Apresenta trabalho.

1979
– Reunião da American Anthropological Association, Los Angeles, California.Participação no simpósio sobre Alto Xingu.Apresenta trabalho.

1980
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia,Rio de Janeiro.

1982
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, São Paulo.
– Simpósio dos cursos de pós-graduação em Planejamento Urba no.UFRJ,Rio de Janeiro.Apresenta trabalho.
– Reunião da ANPOCS,Nova Friburgo, Rio de Janeiro.

1984
– Coordenador do grupo de trabalho “Antropologia e Políticas Públicas ” no XI International Congress of Anthropological and Ethnological Sciences,Quebec.Apresenta trabalho.
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia. Coordenador do Simpósio sobre Política Científica.
– Reunião de Ciência e Tecnologia dos Países do Pacto Amazo nico. Delegado brasileiro, Belem.

1985
– Seminário Comemorativo dos 100 anos da expedição de Karl Von den Steinen ao Brasil, Escola Paulista de Medicina, São Paulo.Apresenta trabalho.
– Reunião da SBPC. Mesa redonda sobre museus científicos.Apre senta trabalho.
– Reunião do International Congress of Museums(ICOM). Conferência de Abertura.
– Reunião da Associação Brasileira de Museologia. Conferência.São Paulo.
– Reunião da ANPOCS. Águas de São Pedro.

1986
– Assembleia Geral do Instituto Pan-americano de Geografia e História(IPGH-OEA).Delegado brasileiro junto ao comité de antropologia. Secretário da reunião da comissão de história.Rio de Janeiro.
– Reunião da Sociedade Brasileira Para o Progresso da Cien cia,Coordenador do Simpósio “Por que estudar os Estados Unidos?” Apresenta trabalho.

1987
– Coordenador do Seminário Latino-americano de antropologia.Brasília. Apresenta trabalho.
– Primeiro Congresso Internacional da Teoria da Memória. Rio de Janeiro.Apresenta trabalho.
– Reunião Anual da SBPC.Brasília.
– Simpósio Sobre Avaliação de Pesquisa promovido pelo Instituto de Biologia da Universidade de Brasília.Apresenta trabalho.

1988
– Reunião Brasileira de Antropologia,Campinas. Coordenador da Mesa Redonda “Antropologia, Sociologia e História da Ciência. Apresenta trabalho.
– Reunião da ANPOCS sobre Política Científica em Ciências Sociais. Terezopolis. debatedor.
– Seminário Pan-americano de História. Quito. Equador. Apresenta trabalho.
– Seminário Ciência e Tecnologia no Brasil, Século XXI. CNPq. Brasília.

1989
– Seminário sobre Política Científica na Área de Ciências Sociais. FLACSO, CLACSO, UNB, CNPq. Brasília.

1990
– Reunião da Associação Brasileira de Antropologia. Florianópolis. Santa Catarina.
– Seminário Sobre Indicadores Científicos. CNPq. 1990.
– Primeira Reunião da Associação Latino-Americana de Antropologia. Florianópolis. Santa Catarina.

1991
– Reunião da American Anthropological Association. Chicago.
– Seminários do Departamento de Antropologia de Harvard.
– Seminários do Programa “Science, Technology and Society” do Massachussets Institute of Tecnology (MIT)

1992
– Seminários do Departamento de Antropologia de Harvard. Apresenta trabalho.
– Seminários do Programa “Science, Technology and Society” do Massachussets Institute of Tecnology (MIT)
– Coordenador da Reunião do Grupo de Trabalho Sobre Identidade na América Latina sobre “Etnia e Nação”. FLACSO- Brasília.

1993- 1995
– Reuniões do Conselho Diretor da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais — FLACSO.

1995
– Coordenador da Reunião do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina sobre ‘‘Região e Nação na América Latina’’.

1999
– Reunião do Grupo Família e Sociedade da Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais — Caxambu.

1999
– Juntamente com Parry Scott, Coordenador da Reunião do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina sobre ‘‘Fragmentação e Identidade na América Latina’’.

2005
– Conferência Nacional de Educação. Brasília. Apresenta trabalho no Painel ‘‘Plano Nacional de Educação: avanços e desafios.

2009
– Reunião Anual da SBPC — Manaus — Apresenta Conferência: ‘‘O mapa etno-histórico de Curt Nimuendajú’’.

6.CONFERENCIAS E PALESTRAS
1976
– Conferência na UNICAMP:”Pescadores do Golfo do México”.

1978
– Conferência no III Curso Interamericano de Administração Cultural:”Conceito Antropológico de Cultura e Políticas Culturais”. Brasília.CNRC.

1981
– “Guerra e Esporte no Alto Xingu”. Apresentada no seminário sobre Alto Xingu da American Anthropological Association, Los Angeles.

1982
– “A Política da Área de Ciências Humanas e Sociais do CNPq”. Simpósio de Pós-graduação em Planejamento Urbano. UFRJ. Rio de Janeiro.

1983
– Aula inaugural do Programa de Pós-graduação Métodos Audio visuais em Antropologia da Universidade Católica de Goias: Goiânia.
– Conferência na Semana de Pesquisa da UFSC: “O CNPq e as Ciências Humanas e Sociais.” Florianópolis.

1984
– “A Tribo do Antropólogos na Nação dos Cientistas”. Trabalho apresentado no Simpósio “Antropologia e Políticas Publicas” do International Congress of Anthropological and Ethnological Sciences. Quebec.
– “O Museu Científico Hoje”.Universidade do Vale dos Sinos. São Leopoldo. RGS
– “Pesquisa Antropológica no Xingu após Karl Von den Steinen”. Reunião comemorativa dos 100 anos da expedição de Karl Von ao Xingu. Escola Paulista de Medicina. São Paulo.

1985
– “Museus e Ciência”-Conferência de Abertura do IX Congresso do ICOM. Rio de Janeiro.
– “Teoria e Pesquisa no Alto Xingu”. Proferida na terceira reunião da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Goiânia.
– “A Pesquisa Científica nos Museus”.reunião da Associação Brasileira de Museologia. São Paulo.

1986
– “Violência e Valores Políticos nos Estados Unidos”.Simpósio “Por que estudar os Estados Unidos? Reunião Anual da SBPC, Curitiba.

1987
– “Antropologia Brasileira”. Seminário Latino-americano de Antropologia. Brasília.
– “A Memória da Ciência.”Primeiro Congresso Internacional de Teoria da Memória. Rio de Janeiro.
– “Avaliação pelos pares”.Simpósio sobre Avaliação de Pesquisa. Instituto de Biologia, Universidade de Brasília.

1988
– “Ciência e Poder”. Associação Brasileira de Antropologia(ABA), Campinas.
– “Família e Mérito”. Seminário Pan-americano de História.Quito, Equador

1989
– “A Integração Latino-Americana na Área de Antropologia”. Projeto “Socializando o Conhecimento”. CDRH-CNPq. Brasília.

1992
– “Chaos in Culture, The Case For the Mathematical Metaphor in Anthropology.” Seminário do Dept. de Antropologia, Universidade de Harvard.

1995
– ‘‘O Ethos da Elite: Ensaio sobre a Unidade Nacional Brasileira’’. Reunião ‘‘Etnia e Nação na América Latina’’ do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina. Coordenador da Reunião. Brasília

1998:
– O Herói e o Sentimento: Rondon e a Identidade Nacional Brasileira. Reunião ‘‘ Fragmentação e Identidade na América Latina’’ do Grupo de Trabalho Sobre Identidades na América Latina. Coordenador, juntamente com Parry Scott Recife.

1999
– Conferência ‘‘A Cultura da Zoologia no Brasil’’. Curitiba. Proferida durante os eventos de comemoração dos 30 Anos do Programa de Entomologia e 25 Anos do Programa de Zoologia da UFPR. Curitiba.
– Participação no Grupo de Trabalho ‘‘Família e Sociedade’’ da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais’’ — ANPOCS. Caxambu. Apresenta trabalho: ‘‘Há mais coisas no céu e na terra do que sonha a Sociologia: O Parentesco da Elite e a Identidade Brasileira.’’
2000
– Conferência ‘‘ Raízes Étnicas do Brasil: modelos de integração’’; proferida na 38ª Conferência Nacional dos Bispos do Brasil- CNBB. Porto Seguro.
– ‘‘Raízes Étnicas do Brasil’’. Conferência apresentada no Centro Cultural de Brasília. CIAS-IBRADES.
– Conferência ‘‘Rondon, the hero, and the Brazilian National Identity’’. Palestra apresentada no David Rockefeller Center For Latin American Studies. Harvard University. Cambrige, Massachussets.

2003
– Universidade, Globalização e Mercado de Trabalho. Palestra apresentada na Universidade Cândido Mendes, no I Seminário Nacional Sobre Universidade e Cidadania. Pastoral Universitária, Universidade Cândido Mendes, Universidade Veiga de Almeida.

2004
– Intelectuais e Nação: Palestra apresentada no Programa de Pós-graduação em História da Ciência, Fundação Osvaldo Cruz. Rio de Janeiro.
– Conferencia: La Utopia Brasileña: Conferencia apresentada na FLACSO-Cuba: Universidade de Habana. Habana.
– Conferencia: La Formation du peuple brezilien: apresentada para os participantes da Conference Olivaint. Brasília.

2004
– ‘‘Razão e Fé’’ Debate do texto de Maria Clara Bingelmen apresentado no seminário ‘‘Razão e Fé’’ promovido pelo Centro Cultural de Brasília.

2005
– Palestra aos membros da Flacso-Cuba sobre a pesquisa desenvolvida na ilha.

2007
– ‘‘Desenvolvimento Econômico Felicidade e Necessidade’’ palestra apresentada no Centro Cultural de Brasília

2009
– ‘‘O Mapa Etnohistórico de Curt Nimuendajú’’. Conferência Anual da SBPC

2010
– “A Tragédia Étnica”. Apresentação em Audiência Pública Promovida Pelo Supremo Tribunal Federal sobre As Cotas Raciais na Universidade de Brasília.

2010
– “Progress as The Social Production of Hapiness”. Trabalho apresentado no Encuentro de Investigadores Latinoamericanos – La Medición del Progreso de las Sociedads y el Bienestar de sus Habitantes. Cidade do México.

7.PUBLICACÕES

a)Artigos
– “Breve Notícia dos Índios Awa-Canoeiro”. Boletim da FUNAI, Brasília, 1971.
– “A Situação da Mulher nas Sociedades Indígenas Brasileiras”.Boletim da FUNAI, Brasília, 1972.
– “Velocidade de Mudança Cultural Entre Populações Indígenas Tribais”.Boletim da FUNAI,Brasília, 1976.
– “Os Pescadores do Golfo do México”. Cadernos de Antropologia, n.14, Brasília, Universidade de Brasília,1976. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Repensando o Conceito de Matrifocalidade”. Cadernos de Antropologia, n.14, Brasília, Universidade de Brasília,1976. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Envolvimento de Antropólogos e Desenvolvimento da Antropologia no Brasil”. Boletim do Museu do Índio, n.04, Rio de Janeiro, 1976.
– “Aplicações da Antropologia: O caso de Suape em Pernambuco”. Relatórios Técnicos dos CNRC, n.20, Brasília,1977.
– “Velocidad de Cambio Socio-Economico en Una Sociedad Tribal”. America Indigena, vol XXXVII, México, 1977.
– “Ecologia e Inocência”. Anuário Antropológico. 1979.
– “Ecological Need and Cultural Choice in Central Brazil”. Current Anthropology, 1979 Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Unidades de Análise em Sociologia da Ciência: Retrospectiva e Crítica”. Textos em Política Científica e Tecnológica. Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica, n.22 CNPq, Brasília, 1986.
– “Ciência, Poder e Cultura no Brasil: o caso da Geofísica Aplicada”.Textos em Política Científica e Tecnológica, n. 29. Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica, CNPq, Brasília, 1988.
– “Retrato da Geofísica na Universidade Brasileira”. Textos em Política Científica e Tecnológica, n. 33. Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica, CNPq, Brasília, 1988.
– “Ciência, Poder e Cultura no Brasil: o caso da Geofísica Aplicada”. Ciência e Cultura. Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência, Junho, 1989.
– “Família e Mérito”.Textos em Política Científica e Tecnológica, n. 37. Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica, CNPq, Brasília, 1989.
– “Família e Mérito”. Interciência. Caracas, Junho, 1990.
– Retrato da Zoologia na Universidade Brasileira. Textos em Política Científica e Tecnológica, n. 38. Centro de Estudos em Política Científica e Tecnológica, CNPq, Brasília, 1990.
– “Família e Mérito”.Forum Educacional. Fundação GetúlioVargas. Rio de Janeiro, 1990.
– “Ciência, Tempo e Identidade”. FLACSO. Brasília, 1991.
– “Modelos Matemáticos de Caos e Teoria da Cultura.” Psicologia e Práticas Sociais. UERJ., 1992.
– “A Contribuição de Charles Wagley para a Antropologia Brasileira e para a Idéia de Brasil.’’ Anuário Antropológico, 1991.
– “Política Educacional Brasileira ’’(em co-autoria com Ricardo Oriá). Câmara dos Deputados.’’ 1994.
– “Ensino Médico no Brasil ’’. Câmara dos Deputados, 1995.
– “Autonomia Universitária’’. Humanidades. UNB, 1997. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Rondon: o Herói e o Sentimento. Câmara dos Deputados, 1998. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “O Fim do Diploma para o Exercício das Profissões. Cadernos das ASLEGIS, v. 1,nº 4, 1998. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “O Reverendo José Ozias, por sua esposa Nephalia: Contribuição à História do Protestantismo no Brasil’’. Câmara dos Deputados, 1999. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Uma Vaga Filosofia de Números: O Pensamento Econômico e Seus Efeitos No Brasil.’’ Cadernos da ASLEGIS, v. 2, nº 6, 1999.
– “Ciência e Tecnologia’’. C&T em Debate (Publicação do Laboratório de Estudos do Futuro), Lauro Mohry e Adler do Couto Andrade, eds. Universidade de Brasília, 2000.
– “Cotas Para Pobres no Ensino Superior’’. Cadernos de Opinião e Debate. Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (Adunb). Dezembro de 2000. Nº 1. Brasília. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “A Menina Árabe e os Nossos Poetas: ensaio sobre o multiculturalismo e o Brasil”. Logos, Comunicação e Universidade (Ensaio e Crônica). Ano 7, nº 13, 2º semestre de 2000. Também disponível em www.georgezarur.com.br., 2006
– “Raízes Étnicas do Brasil: modelos de integração” in História, Etnias e Culturas: 500 Anos Construindo o Brasil — Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBPJ) e Instituto Brasileiro de Desenvolvimento (IBRADES). Edições Loyola, São Paulo: 2000 em www.georgezarur.com.br, 2005. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Ciência, Mito e Sofrimento: O Pensamento Econômico e Seus Efeitos No Brasil.”
Revista de Conjuntura. CORECON/DF e SINDECON/DF. Brasília, Out.Dez. 2001. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “O Multiculturalismo” Correio Braziliense, 29/02/2002, também disponível em ‘‘www.georgezarur.com.br’’.
– “O Discurso Liberal e a Política de Expansão do Ensino Superior no Brasil.” Revista de Conjuntura. CORECON/DF e SINDECON/DF. Brasília, Jan. Mar. 2003. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Há mais coisas no Céu e na Terra do que Sonha a Sociologia: as parentelas da elite brasileira”. Brasilis, Revista de História Sem Fronteiras. Atlântida Editora. Rio de Janeiro Ano i, nº 1, Julho-Agosto de 2003. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Utopia e Planejamento Econômico: . Cadernos Aslegis (‘‘Utopias e Outras Visões) nº 24, Setembro/Dezembro de 2004. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– PNE_- Ensino Superior — Graduação. Avaliação Técnica do Plano Nacional de Educação, pp 133-144. Comissão de Educação e Cultura. Câmara dos Deputados. Brasília, 2005. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– Avaliação da Pós-Graduação no PNE. Avaliação Técnica do Plano Nacional de Educação, pp 145-150. Comissão de Educação e Cultura. Câmara dos Deputados. Brasília, 2005. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– Armas de Fogo e Cidadania. Cadernos Aslegis, nº 26, Brasília, 2005. Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– A Economia Política do Emprego da Produtividade e do Bem Estar na Ilha de Cuba: Revista de Conjuntura, Conselho Regional de Economia, DF.2005 . Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– A História do Futuro no País do Futuro. Cadernos da Aslegis, nº 28, Brasília, 2005. . Também disponível em www.georgezarur.com.br.
– Nação e Multiculturalismo em Cuba: um estudo comparativo com os Estados Unidos e o Brasil. No prelo: FLACSO-Brasil. Disponível in www.georgezarur.com.br.
– Razão e Fé: a partir de um texto de Maria Clara Bingelmer. in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005;
– ‘‘Ciência e Tecnologia e Projeto Nacional’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005;
– ‘‘Silêncio na Esplanada com a Reforma da Previdência’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
– Luís de Camões visita o Brasíl in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
– A Paz dos Cemitérios: A Cultura Política da Elite e a Unidade Nacional Brasileira in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
– Os Populistas e The Mario Brothers in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
-Saudades do Brasil Perdido: JK in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
– Pedro e Informação Imperfeita em Economia in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2005
– ‘‘Desenvolvimento Econômico: Felicidade e Necessidade’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
-The Arab Girl and Our Poets: An Essay on Multiculturalism and Brazil in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘Shamãs, Sacerdotes, Filósofos e Profetas: dos modelos de produção intelectual — in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006.
– ‘‘Nation and Multiculturalism in Cuba: A Comparison with the United States and Brazil’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– Ethnicity and Nation Building in Brazilian Social Thought’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘ Razões Para Não Se Adotar o Sistema de Cotas nas Universidades Brasileiras’’ — in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘O Islã e a Liberdade de Expressão: a questão das charges sobre o Profeta Maomé’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– Confissões Perplexas de Um Neo-Idoso, in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘Saudades do Brasil perdido (2): a bossa nova’’. in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘Saudades do Brasil Perdido: vida de menina’’. in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2006
– ‘‘Humildade e Hierarquia no Ritual do Lava-pés’’. Companhia, publicação do Centro Cultural de Brasília. In www.georgezarur.com.br’’. 2006
– Avaliação da Pesquisa e da Pós-graduação no Plano Nacional de Educação (PNE) – 2006
– ‘‘Brazilianismo, Raça e Nação’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2007
– ’’O Sentido do Tempo: descristianização, medo e sociedade’’ in www.georgezarur.com.br’’. 2007
– ‘‘Sorte e Azar em Verde e Amarelo’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2007
– ‘‘Economia e Degradação das Relações Pessoais’’. in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2007
– ‘‘A Narrativa Épica e a Identidade Nacional Cubana’’ in www.georgezarur.com.br’’. 2007
– ‘‘Memória Afetiva da FLACSO-Brasil’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br”.2007
– Tempo e Política em Pedra e Cobre in ‘‘www.georgezarur.com.br”.2007
– Impressões de Viagem à Velha Nova Europa in ‘‘www.georgezarur.com.br”.2007
– O Kwarup Xinguano e os Universais da Narrativa Religiosa. Publicações da Câmara dos Deputados e www.georgezarur.com.br. 2007
– ‘‘Who is the Native: Memories of Fieldwork in the United States’’ In Virtual Brazilian Anthropology (Vibrant), Segundo semester de 2007 e www.georgezarur.com.br
– ‘‘Que Vivam as Crianças em Gaza e em Todo o Lugar’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2008
– Barack Obama in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2008
– A Corrente da Felicidade: juros, preços dos alimentos e inflação ‘‘ .Revista Cadernos Aslegis, nº 33, Jan-Abril, 2008 e ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2008
– A última instância da impunidade in in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2008
– Exploração do Litoral Brasileiro do Sul da Bahia a Recife in www.georgezarur.com.br. 2008
– Os Reis Magos no Natal do Brasil in www.georgezarur.com.br. 2008
– A Vantagem Brasileira: O Globo de 25/05/2009 e www.georgezarur.com.br.
– Chavez e seus amigos: a esquecida dimensão simbólica na relação do Brasil com países sul-americanos, in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2008 e ‘‘www.flacso.org.br’’. 2009
– O Mapa Etno-Histórico de Curt Nimuendajú . Manaus. 2009. Anais da Reunião Anual da SBPC, 2009 e www.georgezarur.com.br’’.  2009.
– ‘‘Fotografia em Viagem’’ in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2009.
– A Guerra da Identidade: Raça e Mestiçagem no Pensamento Latino-Americano. Flacso – série Estudos e Ensaios, v.1, p.38-65, 2009.
– ‘‘A Mãe Morena: Nossa Senhora no Simbolismo Religioso Latino-americano’’. in ‘‘www.georgezarur.com.br’’. 2009
– A Relíquia Bárbara: Excesso de Liquidez e Crise de Acumulação in Revista Alegis e www.georgezarur.com.br. 2009
– A Glória de Portugal: Resposta a Boaventura dos Santos in www.georgezarur.com.br. 2009
– ‘‘Resenha do Livro Uma Gota de Sangue’’ Santos in www.georgezarur.com.br. 2009
– Progress as the Social Production of Happiness in www.georgezarur.com.br. 2010
– Resenha de “Raça como Questão: História, Ciência e Identidades no Brasil”, livro organizado por Marcos Chor Maio e Ricardo Ventura Santos in www.georgezarur.com.br. 2010
– Brasília: o sinal dos tempos in “MUNDO – Geografia e Política Internacional. Num. 3, Ano 18. São Paulo, Pangea. 2010. Também in www.georgezarur.com.br.
– Contra o Ódio Racial. Depoimento em Audiência Pública no Supremo Tribunal Federal relativa à ação de inconstitucionalidade do sistema de cotas raciais da UNB. In www.georgezarur.com.br.
– Viagem a Minas Gerais: Estrada Real de Ouro Preto a Diamantina. www.georgezarur.com.br. 2010.
– Memória Afetiva do Parque dos Irmãos Villas-Boas e do Parque do Xingu in www.georgezarur.com.br. 2011.
– Viagem à Nova Espanha, também conhecida por México Colonial. www.georgezarur.com.br. 2011.
– Sete Dias em Madrid. www.georgezarur.com.br. 2011.
– Espanha 2011, Cidades da Extremadura: Trujillo e Cáceres. www.georgezarur.com.br. 2011.
– A Revolução dos Villas-Boas: os cinquenta anos do Parque Indígena do Xingú. Scientific American (seção brasileira) in Edição Especal Comemorativa dos Cinquenta Anos do Parque Indígena do Xingu. São Paulo: no prelo.

b) Capítulos em Livros

-“Ação Indigenista e Antropologia Aplicada”in Política e Ação Indigenista Brasileira. Brasília, FUNAI, 1975.
-“Significado e Efeitos da Publicação do Mapa Etno-histórico de Curt Nimuendajù Para a Antropologia Brasileira” in Zarur, G., ed. Mapa Etno-Histórico de Curt Nimuendajù. IBGE,Rio de Janeiro, 1982. Também disponível em georgezarur.com.br.
-“La Situazione Actualle del Indigeni de Brasil”, In, Berta Ribeiro, ed., Indios del Brasil. Museo I.Pignorini, Roma,1983.
-“Ecologia e Cultura: Algumas Comparações”, in Darcy Ribeiro, ed., Summa Etnologica Brasileira. Rio de Janeiro,1984. Também disponível em georgezarur.com.br.
-“Introdução” in G.Zarur, ed. A Antropologia na América Latina. Instituto Pan-americano de Geografia e História, México, 1990.
-“Antropologia Brasileira” in G.Zarur, ed. A Antropologia na America Latina. Instituto Pan-americano de Geografia e História, México, 1990.
-“Introdução” in G. Zarur, ed. Etnia e Nação na América Latina. OEA, Washington. 1996
-“A Idéia de Brasil: Etnicidade e Construção da Nação no Pensamento Social Brasileiro”, in G.Zarur, ed. Etnia e Nação na América Latina. OEA, Washington. 1996. Disponível na biblioteca eletrônica da OEA em www.georgezarur.com.br
‘‘Introdução’’ in G.Zarur, ed. Região e Nação na América Latina. Editora Universidade de Brasília, Brasília, DF.
-‘‘O Ethos da Elite’’: Ensaio sobre a Unidade Nacional Brasileira, in G.Zarur, ed, ‘Região e Nação na América Latina’’. Editora Universidade de Brasília, Brasília, DF.
– ‘‘Introdução’’ em co-autoria com Parry Scott: in ( G. Zarur e P. Scott,e eds) Diversidade, Fragmentação e Identidade na América Latina. UFPE, 2003.
– ‘‘Rondon: O Herói e o Sentimento’’ in ( G. Zarur e P. Scott,e eds) Diversidade, Fragmentação e Identidade na América Latina. UFPE, 2003.
– ‘‘Prefácio’’, in Orlando Villas Boas, História e Causos, Autobiografia. FTD, São Paulo, 2005. também disponível em www.georgezarur.com.br
– ‘‘Aprendizes de Feiticeiro’’ in Divisões Perigosas (Peter Fry, Yvonne Maggie, Marcos Choir Maio, Simone Monteiro e Ricardo Ventura Santos, eds. ). Record, Rio de Janeiro, 2007, também disponível em www.georgezarur.com.br.
– “Progresso, la produción social de la felicidad”, in “La Medición del Progreso de las Sociedads y el Bienestar de sus Habitantes: Propuestas desde America Latina” (Mariano Rojas, Coodinador) Foro Consultivo Científico y Tecnológico, Conacyt. Mexico. 2010.

c) Livros
– Parentesco, Ritual e Economia no Alto Xingu. FUNAI, Brasília, 1975.
– Os Pescadores do Golfo: Antropologia Econômica de Uma Comunidade Norte-americana. Achiamé. Rio de Janeiro. 1984.
– Mapa Etno-histórico de Curt Nimuendajù (editor), IBGE. Rio de Janeiro. 1982.
– A Antropologia na América Latina (editor), Instituto Pan-americano de Geografia e História, México, 1990.
– A Arena Científica. Autores Associados. Campinas. 1994
– Etnia e Nação na América Latina. (editor) OEA: Washington: 1996
– Região e Nação na América Latina (editor) . Editora Universidade de Brasília. Brasília: 2000
– Diversidade, Fragmentação e Identidade na América Latina (editor conjuntamente com Parry Scott). Editora da Universidade Federal de Pernambuco. 2003
– A Utopia Brasileira. Intertextos-Abaré/FLACSO. Brasília. 2004

8.ASSOCIAÇÕES PROFISSIONAIS DE QUE PARTICIPA
– American Anthropological Association.
– Associação Brasileira de Antropologia.
– Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência.
– Associação Latino-Americana de Antropologia

9.LÍNGUAS ESTRANGEIRAS
– Inglês: fala, lê e escreve.
– Francês: fala e lê.
– Espanhol: fala e lê.
– Italiano: lê.

10.CAMPOS E ÁREAS DE INTERESSE
– Políticas públicas/ C&T e Educação Superior
– Sociologia da Ciência.
– América Latina
– Cultura Nacional, Pensamento Social e Nacionalismo.
– Antropologia Econômica, Culturas Tradicionais e Desenvolvimento Econômico.
– Ecologia Cultural Cultural, Política Indigenista e Etnologia Indígena.