Nation and Multiculturalism in Cuba: A Comparison with the United States and Brazil

This paper defines multiculturalism as an armistice concept among opposed ethnic groups in the US. Its use in Cuba and Brazil is understood as consequence of the position of the states' elites in both countries facing American political culture. (Published in Portuguese by FLACSO-Brasil) Posted in this site in February, 25th, 2006.

Razões Para Não Se Adotar o Sistema de Cotas nas Universidades Brasileiras

O sistema de cotas está se tornando um mecanismo popular como “política social”. Sua implantação representará um golpe na universidade e um risco para a nação.

A Narrativa Épica e a Identidade Nacional Cubana

A narrativa épica é central à identidade de Cuba. Tradições ibéricas muito antigas são usadas para construir o imaginário popular. Faz-se da cultura poderoso instrumento de mobilização política e resistência militar. (escrito pouco antes do afastamento de Fidel Castro, integra o livro "A Gierra da Identidade")..

A mãe morena: Nossa Senhora no simbolismo religioso Latino-americano

Este artigo relaciona a devoção à Nossa Senhora na América Latina com a posição da mãe na família colonial indígena, negra e mestiça. É discutida a função simbólica das diversas padroeiras nacionais latino-americanas. Divulgado neste site em 25/04/2009. (publicado no livro "A Guerra da Identidade").

A GUERRA DA IDENTIDADE: RAÇA E MESTIÇAGEM NO PENSAMENTO LATINO-AMERICANO

Integra o livro com o mesmo título, Conceitos são considerados como símbolos que emocionam e mobilizam as pessoas. O resultado da luta pelo significado de conceitos como os de raça e mestiçagem será decisivo para a construção de uma identidade viável e para a conquista da liberdade pelos povos da América Latina. (Integra o livro com o mesmo título :"A Guerra da Identidade")

Nação e Multiculturalismo em Cuba: Uma comparação com os Estados Unidos e o Brasil

{Integra o livro "A Guerra da Identidade"). O multiculturalismo é entendido como um conceito decorrente da necessidade de armistício entre grupos étnicos antagônicos nos Estados Unidos. A sua aplicação em Cuba e no Brasil é analisada como conseqüência do posicionamento das elites que ocupam o Estado frente à disseminação da cultura política norte-americana. (Publicado pela FLACSO-Brasil-English version available in this site).

O Herói e o Sentimento: Rondon e a Identidade Brasileira

Este artigo (capítulo do Livro A Utopia Brasileira) estuda a figura do herói na história e na cultura, por meio da pessoa de Rondon e seu papel na construção da identidade brasileira.