Antropologia Econômica

Antropologia Econômica2017-11-02T15:47:06+00:00

A Revolução dos Villas-Boas: os cinqüenta anos do Parque Indígena do Xingu

(NOVO) Este artigo celebra os cinquenta anos da criação do Parque do Xingu pelos irmãos Villas-Boas em 2011. Relaciona a criação do Parque com a explosão da criatividade brasileira dos anos 30 ao anos 50. Mostra a releväncia do Parque do Xingu para a inauguração de uma nova fase na interação com as pequenas sociedades tradicionais.

By |Artigos|

A Narrativa Épica e a Identidade Nacional Cubana

A narrativa épica é central à identidade de Cuba. Tradições ibéricas muito antigas são usadas para construir o imaginário popular. Faz-se da cultura poderoso instrumento de mobilização política e resistência militar. (escrito pouco antes do afastamento de Fidel Castro, integra o livro "A Gierra da Identidade")..

Etnia e Construção da Nação no Pensamento Social Brasileiro

Este artigo, primeiro capítulo do livro "A Utopia Brasileira", estuda o pensamento social brasileiro do povo e da elite frente a conceitos como os de raça, cultura e sociedade. No passado,o Brasil tinha um rumo e os brasileiros para ele o conduziam. (English version available in this site).

Raízes Étnicas do Brasil: modelos de integração

Conferência Apresentada à 38ª Assembléia Geral do Bispos do Brasil - Ano 2000 - Porto Seguro - Bahia (Publicada pela CNBB). O genocídio das populações indígenas gerou uma população mestiça originária de mulheres índias e homens europeus seguindo o roteiro padrão das guerras de extermínio. Seguiu-se um segundo genocídio resultante da escravidão negra, ocasionando um processo análogo de miscigenação.

A mãe morena: Nossa Senhora no simbolismo religioso Latino-americano

Este artigo relaciona a devoção à Nossa Senhora na América Latina com a posição da mãe na família colonial indígena, negra e mestiça. É discutida a função simbólica das diversas padroeiras nacionais latino-americanas. Divulgado neste site em 25/04/2009. (publicado no livro "A Guerra da Identidade").

A GUERRA DA IDENTIDADE: RAÇA E MESTIÇAGEM NO PENSAMENTO LATINO-AMERICANO

Integra o livro com o mesmo título, Conceitos são considerados como símbolos que emocionam e mobilizam as pessoas. O resultado da luta pelo significado de conceitos como os de raça e mestiçagem será decisivo para a construção de uma identidade viável e para a conquista da liberdade pelos povos da América Latina. (Integra o livro com o mesmo título :"A Guerra da Identidade")